A reabilitação urbana é a área mais completa do mercado da habitação. Encontrar um imóvel devoluto, reabilitar o seu espaço e devolvê-lo à cidade é uma das actividades mais gratificantes para a AZU.

Com uma metodologia de trabalho integrada e adaptada a cada projecto, a AZU acompanha os seus clientes em todo o processo. Desde a pesquisa do imóvel até ao momento em que está pronto a habitar.

Cada projecto de reabilitação urbana congrega as seguintes etapas:

. Pesquisa e escolha de imóvel dentro do budget definido

. Financiamento à aquisição/obra

. Estudo prévio de arquitectura e 3D

. Orçamento

. Obra

E inclui ainda um conjunto de serviços complementares:

. Home staging

. Adaptações ao projecto e orçamento

. Acompanhamento da obra pelo arquitecto

. Projecto de execução

. Projecto de especialidades

. Licenciamentos

Para que cada etapa do projecto seja cumprida com o máximo rigor, a AZU, para além dos seus próprios recursos, trabalha em parceria com um conjunto multidisciplinar de empresas da área do imobiliário e construção:

. Azu Obra – Construção Civil

. Paulo Bessa, Lda – Construção Civil

. José Sousa, Lda – Construção Civil

. Ren Ito e Alessandro Pepe, arq. – Arquitetura

. A2Office – Arquitetura

. Oficina d’Arquitectura – Arquitetura

. Plaren – Arquitetura

. Nuno Merino, arq. – Arquitetura

. Paark – Arquitetura

. Rodolfo Ferreira, eng. – Engenharia

. Diastec, Lda – Engenharia

Aqui, poderá encontrar o seu projeto. Os preços incluem o valor de aquisição do imóvel no seu estado atual, o serviço global de arquitetura e de engenharia, a obra e o IVA (exceto sobre o valor da casa, que não está sujeito a este imposto). As despesas de aquisição do imóvel e os valores de taxas e licenças de todo o processo, não estão incluídos no preço. Em função do projeto que adote fazemos uma simulação para que rapidamente saiba qual o custo global para o mesmo.

TERMOS DE UTILIZAÇÃO

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda e a R6M, Lda, detentoras da AZU e de todos os conteúdos presentes neste website, não se responsabilizam por qualquer incorreção contida nos mesmos, seja nas áreas, preços, tipologias ou qualquer outra informação aqui partilhada. Todos os conteúdos presentes em www.azu.pt devem ser confirmados e validados perante a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda e a R6M, Lda. Serve esta missiva para salvaguardar a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda, a R6M, Lda e a AZU de qualquer erro que possa estar inadvertidamente patente nas informações deste website ou de qualquer atualização de informação que ainda não esteja refletida no mesmo.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE/PROTEÇÃO DE DADOS – AZU – Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e R6M, Lda.

A política de privacidade e proteção de dados pessoais da AZU – Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e R6M, Lda. – cumpre com o Regulamento Geral de Proteção de Dados e demais legislação e normativos nacionais e europeus aplicáveis à matéria.

Definições

Dados pessoais: informação relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável («titular dos dados»); é considerada identificável uma pessoa singular que possa ser identificada, direta ou indiretamente, em especial por referência a um identificador, como por exemplo um nome, um número de identificação, dados de localização, identificadores por via eletrónica ou a um ou mais elementos específicos da identidade física, fisiológica, genética, mental, económica, cultural ou social dessa pessoa singular;

Tratamento: uma operação ou um conjunto de operações efetuadas sobre dados pessoais ou sobre conjuntos de dados pessoais, por meios automatizados ou não automatizados, tais como a recolha, o registo, a organização, a estruturação, a conservação, a adaptação ou alteração, a recuperação, a consulta, a utilização, a divulgação por transmissão, difusão ou qualquer outra forma de disponibilização, a comparação ou interconexão, a limitação, o apagamento ou a destruição;

Responsável pelo tratamento: a pessoa singular ou coletiva, a autoridade pública, a agência ou outro organismo que, individualmente ou em conjunto com outras, determina as finalidades e os meios de tratamento de dados pessoais, no caso concreto, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda.

Subcontratante: uma pessoa singular ou coletiva, a autoridade pública, agência ou outro organismo que trate os dados pessoais por conta do responsável pelo tratamento destes

Destinatário: uma pessoa singular ou coletiva, a autoridade pública, agência ou outro organismo que recebem comunicações de dados pessoais, independentemente de se tratar ou não de um terceiro.

Consentimento: do titular dos dados, uma manifestação de vontade, livre, específica, informada e explícita, pela qual o titular dos dados aceita, mediante declaração ou ato positivo inequívoco, que os dados pessoais que lhe dizem respeito sejam objeto de tratamento.

Violação de dados pessoais: uma violação da segurança que provoque, de modo acidental ou ilícito, a destruição, a perda, a alteração, a divulgação ou o acesso, não autorizados, a dados pessoais transmitidos, conservados ou sujeitos a qualquer outro tipo de tratamento.

Dados biométricos: dados pessoais resultantes de um tratamento técnico específico relativo às características físicas, fisiológicas ou comportamentais de uma pessoa singular que permitam ou confirmem a identificação única dessa pessoa singular, nomeadamente imagens faciais ou dados dactiloscópicos.

Princípios

Os dados pessoais são:

  • Objeto de um tratamento lícito, leal e transparente em relação ao titular dos dados;
  • Recolhidos para finalidades determinadas, explícitas e legítimas e não podendo ser tratados posteriormente de uma forma incompatível com essas finalidades;
  • Adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades para as quais são tratados;
  • Exatos e atualizados sempre que necessário; devem ser adotadas todas as medidas adequadas para que os dados inexatos, tendo em conta as finalidades para que são tratados, sejam apagados ou retificados sem demora;
  • Conservados de uma forma que permita a identificação dos titulares dos dados apenas durante o período necessário para as finalidades para as quais são tratados;
  • Tratados de uma forma que garanta a sua segurança, incluindo a proteção contra o seu tratamento não autorizado ou ilícito e contra a sua perda, destruição ou danificação acidental, adotando as medidas técnicas ou organizativas adequadas.

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. são responsáveis pelo tratamento dos dados pessoais dos seus clientes e trabalhadores no cumprimento dos referidos princípios.

Licitude do tratamento

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. procedem ao tratamento dos dados pessoais dos seus clientes e trabalhadores licitamente, para execução de contratos em que o titular dos dados é parte ou para cumprimento de obrigações jurídicas. Procedem ainda ao tratamento de dados pessoais mediante o consentimento expresso dos clientes.

Tratamento de categorias especiais de dados pessoais

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. não procede ao tratamento de dados pessoais que revelem a origem racial ou étnica, as opiniões políticas, as convicções religiosas ou filosóficas, ou a filiação sindical, bem como o tratamento de dados genéticos, dados biométricos para identificar uma pessoa de forma inequívoca, dados relativos à saúde ou dados relativos à vida sexual ou orientação sexual de uma pessoa.

Direitos do titular dos dados

Direito a informação

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. facultam, aquando da recolha dos dados pessoais junto do seu titular, as seguintes informações:

  • A identidade e os contactos do responsável pelo tratamento e, se for caso disso, do seu representante;
  • As finalidades do tratamento a que os dados pessoais se destinam, bem como o fundamento jurídico para o tratamento;
  • Os destinatários ou categorias de destinatários dos dados pessoais, se os houver;
  • Prazo de conservação dos dados pessoais ou, se não for possível, os critérios usados para definir esse prazo;
  • A existência do direito de solicitar ao responsável pelo tratamento acesso aos dados pessoais que lhe digam respeito, bem como a sua retificação, a limitação do tratamento no que disser respeito ao titular dos dados, o apagamento e do direito à portabilidade dos dados;
  • O direito de apresentar reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados;
  • Se a comunicação de dados pessoais constitui ou não uma obrigação legal ou contratual, ou um requisito necessário para celebrar um contrato, bem como se o titular está obrigado a fornecer os dados pessoais e as eventuais consequências de não fornecer esses dados.

Quando os dados pessoais não forem recolhidos junto do titular, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. fornecem-lhe ainda informação sobre as categorias de dados pessoais recolhidos e a origem desses dados.

Direito de acesso do titular dos dados

O titular dos dados tem o direito de obter da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e da R6M, Lda. a confirmação de que os dados pessoais que lhe digam respeito são ou não objeto de tratamento e, se for esse o caso, o direito de aceder aos seus dados pessoais e às seguintes informações:

  • As finalidades do tratamento dos dados;
  • As categorias dos dados pessoais em questão;
  • Os destinatários ou categorias de destinatários a quem os dados pessoais foram ou serão divulgados, nomeadamente os destinatários estabelecidos em países terceiros ou pertencentes a organizações internacionais;
  • Se for possível, o prazo previsto de conservação dos dados pessoais, ou, se não for possível, os critérios usados para fixar esse prazo;
  • A existência do direito de solicitar ao responsável pelo tratamento a retificação, ou a limitação do tratamento dos dados pessoais no que diz respeito ao titular dos dados;
  • O direito de apresentar reclamação a uma autoridade de controlo;
  • Se os dados não tiverem sido recolhidos junto do titular, as informações disponíveis sobre a origem desses dados;
  • A existência de decisões automatizadas.

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. fornecem uma cópia dos dados pessoais em fase de tratamento.

Direito de retificação

O titular dos dados tem o direito de obter, sem demora injustificada, da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e da R6M, Lda., a retificação dos dados pessoais inexatos que lhe digam respeito. Tendo em conta as finalidades do tratamento, o titular dos dados tem direito a que os seus dados pessoais incompletos sejam completados, incluindo por meio de uma declaração adicional.

Direito ao apagamento dos dados («direito a ser esquecido»)

O titular dos dados tem o direito de obter da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e da R6M, Lda. o apagamento dos seus dados pessoais, sem demora injustificada, e estas têm a obrigação de apagar os dados pessoais, sem demora injustificada, quando se aplique um dos seguintes motivos:

Os dados pessoais deixaram de ser necessários para a finalidade que motivou a sua recolha ou tratamento;

Os dados pessoais foram tratados ilicitamente;

Os dados pessoais têm de ser apagados para o cumprimento de uma obrigação jurídica decorrente do direito da União ou de um Estado-Membro a que o responsável pelo tratamento esteja sujeito.

Direito à limitação do tratamento

O titular dos dados tem o direito de obter da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e da R6M, Lda. a limitação do tratamento, se se aplicar uma das seguintes situações:

  • Contestar a exatidão dos dados pessoais, durante um período que permita ao responsável pelo tratamento verificar a sua exatidão;
  • O tratamento for ilícito e o titular dos dados se opuser ao apagamento dos dados pessoais e solicitar, em contrapartida, a limitação da sua utilização;
  • O responsável pelo tratamento já não precisar dos dados pessoais para fins de tratamento, mas esses dados sejam requeridos pelo titular para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito num processo judicial;

Quando o tratamento tiver sido limitado nos termos descritos, os dados pessoais só podem, à exceção da conservação, ser objeto de tratamento com o consentimento do titular, ou para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito num processo judicial, de defesa dos direitos de outra pessoa singular ou coletiva, ou por motivos ponderosos de interesse público da União ou de um Estado-Membro.

O titular que tiver obtido a limitação do tratamento é informado pelo responsável pelo tratamento antes de ser anulada a limitação ao referido tratamento.

Direito de portabilidade dos dados

O titular dos dados tem o direito de receber os dados pessoais que lhe digam respeito e que tenha fornecido à Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou à R6M, Lda., num formato estruturado, de uso corrente e de leitura automática e o direito de transmitir esses dados a outro responsável pelo tratamento sem que a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. o possam impedir, se o tratamento se realizar para execução de um contrato e por meios automatizados.

Responsabilidade do responsável pelo tratamento

Tendo em conta a natureza, o âmbito, o contexto e as finalidades do tratamento dos dados, bem como, os riscos para os direitos e liberdades das pessoas singulares, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. aplicam as medidas técnicas e organizativas adequadas para assegurar e poder comprovar que o tratamento é realizado em conformidade com a legislação nacional e europeia.

Tais medidas são revistas e atualizadas consoante as necessidades.

Proteção de dados desde a conceção e por defeito

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. aplicam, tanto no momento de definição dos meios de tratamento como no momento do próprio tratamento, as medidas técnicas e organizativas adequadas, destinadas a aplicar com eficácia os princípios da proteção de dados, tais como a minimização, e a incluir as garantias necessárias no tratamento, de uma forma que este cumpra os requisitos da legislação nacional e europeia.

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. aplicam medidas técnicas e organizativas para assegurar que, por defeito, só sejam tratados os dados pessoais que forem necessários para cada finalidade específica do tratamento. Essa obrigação aplica-se à quantidade de dados pessoais recolhidos, à extensão do seu tratamento, ao seu prazo de conservação e à sua acessibilidade. Em especial, essas medidas asseguram que, por defeito, os dados pessoais não sejam disponibilizados sem intervenção humana a um número indeterminado de pessoas singulares.

Subcontratante

Quando o tratamento dos dados for efetuado por sua conta, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. recorrem apenas a subcontratantes que apresentem garantias suficientes de execução de medidas técnicas e organizativas adequadas de uma forma que o tratamento satisfaça os requisitos do presente regulamento e assegure a defesa dos direitos do titular dos dados.

O subcontratante não contrata outro subcontratante sem que a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou a R6M, Lda. tenham dado, previamente e por escrito, autorização específica ou geral.

O tratamento em subcontratação é regulado por contrato. Esse contrato estipula, designadamente, que o subcontratante:

  • Trata os dados pessoais apenas mediante instruções documentadas da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou da R6M, Lda., incluindo no que respeita às transferências de dados para países terceiros ou organizações internacionais, a menos que seja obrigado a fazê-lo pelo direito da União ou do Estado-Membro a que está sujeito, informando nesse caso o responsável pelo tratamento desse requisito jurídico antes do tratamento, salvo se a lei proibir tal informação por motivos importantes de interesse público;
  • Assegura que as pessoas autorizadas a tratar os dados pessoais assumiram um compromisso de confidencialidade ou estão sujeitas a adequadas obrigações legais de confidencialidade;
  • Adota todas as medidas exigidas nos termos do artigo 32.º do Regulamento Geral de Proteção de Dados;
  • Respeita as condições deste artigo para contratar outro subcontratante;
  • Toma em conta a natureza do tratamento, e na medida do possível, presta assistência ao responsável pelo tratamento através de medidas técnicas e organizativas adequadas, para permitir que este cumpra a sua obrigação de dar resposta aos pedidos dos titulares dos dados tendo em vista o exercício dos seus direitos;
  • Presta assistência à Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e à R6M, Lda. no sentido de assegurar o cumprimento das obrigações previstas nos artigos 32.º a 36.º, do Regulamento Geral de Proteção de Dados, tendo em conta a natureza do tratamento e a informação ao dispor do subcontratante;
  • Consoante a escolha da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou da R6M, Lda., apaga ou devolve-lhe todos os dados pessoais depois de concluída a prestação de serviços relacionados com o tratamento, apagando as cópias existentes, a menos que a conservação dos dados seja exigida ao abrigo do direito da União ou dos Estados-Membros; e
  • Disponibiliza à Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou à R6M, Lda. todas as informações necessárias para demonstrar o cumprimento das obrigações previstas e facilita e contribui para as auditorias, inclusive as inspeções.

O subcontratante informa imediatamente a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou a R6M, Lda. se, no seu entender, alguma instrução violar disposições legais nacionais e europeias em matéria de proteção de dados.

Se o subcontratante contratar outro subcontratante para a realização de operações específicas de tratamento de dados por conta do responsável pelo tratamento, são impostas a esse outro subcontratante, por contrato as mesmas obrigações em matéria de proteção de dados que as estabelecidas no contrato entre a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou a R6M, Lda. e o subcontratante, em particular a obrigação de apresentar garantias suficientes de execução de medidas técnicas e organizativas adequadas de uma forma que o tratamento seja conforme com os requisitos Regulamento Geral de Proteção de Dados.

Se esse outro subcontratante não cumprir as suas obrigações em matéria de proteção de dados, o subcontratante inicial continua a ser plenamente responsável, perante o responsável pelo tratamento, pelo cumprimento das obrigações desse outro subcontratante.

O subcontratante ou qualquer pessoa que, agindo sob a autoridade do responsável pelo tratamento ou do subcontratante, tenha acesso a dados pessoais, não procede ao tratamento desses dados exceto por instrução da Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou da R6M, Lda.

Registos das atividades de tratamento

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. conservam um registo de todas as atividades de tratamento sob a sua responsabilidade.

Desse registo constam todas seguintes informações:

  • O nome e os contactos do responsável pelo tratamento;
  • As finalidades do tratamento dos dados;
  • A descrição das categorias de titulares de dados e das categorias de dados pessoais;
  • As categorias de destinatários a quem os dados pessoais foram ou serão divulgados, incluindo os destinatários estabelecidos em países terceiros ou organizações internacionais;
  • Os prazos previstos para o apagamento das diferentes categorias de dados;
  • Uma descrição geral das medidas técnicas e organizativas no domínio da segurança.

Cada subcontratante e, sendo caso disso, o representante deste, conserva um registo de todas as categorias de atividades de tratamento realizadas em nome de um responsável pelo tratamento do qual constará:

  • O nome e contactos do subcontratante ou subcontratantes e de cada responsável pelo tratamento em nome do qual o subcontratante atua, bem como, sendo caso disso do representante do responsável pelo tratamento ou do subcontratante e do encarregado da proteção de dados;
  • As categorias de tratamentos de dados pessoais efetuados em nome de cada responsável pelo tratamento;
  • Uma descrição geral das medidas técnicas e organizativas no domínio da segurança

Os registos são efetuados por escrito, incluindo em formato eletrónico.

O responsável pelo tratamento e, sendo caso disso, o subcontratante, o representante do responsável pelo tratamento ou do subcontratante, disponibilizam, a pedido, o registo à Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Cooperação com a Comissão Nacional de Proteção de Dados

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. e os subcontratantes e, sendo caso disso, os seus representantes cooperam com a autoridade de controlo, a pedido desta, na prossecução das suas atribuições.

Segurança do tratamento

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. aplicam as medidas técnicas e organizativas adequadas para assegurar um nível de segurança adequado ao risco, incluindo, consoante o que for adequado:

  • A pseudonimização e a cifragem dos dados pessoais;
  • A capacidade de assegurar a confidencialidade, integridade, disponibilidade e resiliência permanentes dos sistemas e dos serviços de tratamento;
  • A capacidade de restabelecer a disponibilidade e o acesso aos dados pessoais de forma atempada no caso de um incidente físico ou técnico;
  • Um processo para testar, apreciar e avaliar regularmente a eficácia das medidas técnicas e organizativas para garantir a segurança do tratamento.

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. e os subcontratantes tomam medidas para assegurar que qualquer pessoa singular que, agindo sob a sua autoridade, tenha acesso a dados pessoais, só procede ao seu tratamento mediante as suas instruções.

Notificação de uma violação de dados pessoais à autoridade de controlo

Em caso de violação de dados pessoais, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. notificam desse facto a Comissão Nacional de Proteção de Dados sem demora injustificada, através de formulário próprio a disponibilizar pela última e, sempre que possível, até 72 horas após ter tido conhecimento da mesma, a menos que a violação dos dados pessoais não seja suscetível de resultar num risco para os direitos e liberdades das pessoas singulares.

O subcontratante notifica a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou a R6M, Lda. sem demora injustificada após ter conhecimento de uma violação de dados pessoais.

Comunicação de uma violação de dados pessoais ao titular dos dados

Quando a violação dos dados pessoais for suscetível de implicar um elevado risco para os direitos e liberdades das pessoas singulares, a Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. ou a R6M, Lda. comunicam a violação de dados pessoais ao titular dos dados sem demora injustificada. A comunicação ao titular dos dados deve descrever em linguagem clara e simples a natureza da violação dos dados pessoais e fornece um conjunto de informação obrigatória.

A comunicação ao titular dos dados não é exigida se for preenchida uma das seguintes condições:

O responsável pelo tratamento tiver aplicado medidas de proteção adequadas, tanto técnicas como organizativas, e essas medidas tiverem sido aplicadas aos dados pessoais afetados pela violação de dados pessoais, especialmente medidas que tornem os dados pessoais incompreensíveis para qualquer pessoa não autorizada a aceder a esses dados, tais como a cifragem;

O responsável pelo tratamento tiver tomado medidas subsequentes que assegurem que o elevado risco para os direitos e liberdades dos titulares dos dados a que se refere o n.o 1 já não é suscetível de se concretizar; ou

Implicar um esforço desproporcionado. Nesse caso, é feita uma comunicação pública ou tomada uma medida semelhante através da qual os titulares dos dados são informados de forma igualmente eficaz.

Códigos de Conduta

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. cumprirão os eventuais códigos de conduta criados pela Comissão Nacional de Proteção de Dados ou por associações representantes das empresas de mediação imobiliária ou de construção civil.

Transferências de dados pessoais para países terceiros ou organizações internacionais

A Novaponte – Mediação Imobiliária, Lda. e a R6M, Lda. não procedem à transferência dos dados pessoais dos clientes e trabalhadores para países terceiros ou organizações internacionais.

Vias de recurso

Conforme previamente referido, o titular dos dados pessoais tem o direito de apresentar uma reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados se considerar que o tratamento dos dados pessoais que lhe diz respeito viola as disposições legais nacionais e europeias.

O titular dos dados tem também o direito de:

Intentar ação judicial contra qualquer decisão juridicamente vinculativa tomada por uma autoridade de controlo;

Intentar ação judicial contra um responsável pelo tratamento de dados ou um subcontratante;

Receber do responsável pelo tratamento de dados ou de qualquer outra autoridade competente uma indemnização pelos danos sofridos, materiais ou morais, causados por uma operação de tratamento ilícito de dados ou por qualquer outro ato que viole as disposições legais nesta matéria.

 

 

Copyright

AZU